Notícias

Nova tecnologia permite roubar carros à distância

O aviso sobre esta nova tecnologia que permite roubar ou assaltar carros à distância chega-nos das autoridades britânicas que revelaram um vídeo que mostra o uso desta nova técnica informática para roubar um carro, tudo feito em poucos minutos.

A notícia e o vídeo foram publicados na página da polícia britânica como forma de alerta para este novo tipo de ataque. Basicamente os ladrões usam sistemas capazes de captar o sinal da chave (à distância), transferindo-o para um segundo equipamento que se encontra junto do carro que vão roubar ou assaltar.

Nova tecnologia permite roubar carros a distancia

Nova tecnologia permite roubar ou assaltar carros à distância

Este método, chamado “relay” é executado por duas pessoas: uma,o mais próximo possível das chaves do automóvel, interceta o sinal da chave original e outra usa a chave replicada para captar o sinal, abrir o carro e levá-lo ou simplesmente assaltá-lo. Depois da transmissão feita, os sistemas do carro assumem que a chave está presente e o carro é desbloqueado. Portanto um dos criminosos fica junto ao carro e outro fica perto do comando original do carro.

Segundo a polícia, o equipamento usado para captar o sinal tem a capacidade para ultrapassar barreiras físicas como paredes, portas, janelas, etc., basicamente qualquer coisa que não seja feita de metal.

O caricato é que este novo “gadget eletrónico” pode ser comprado online e por qualquer pessoa por cerca de 90 euros mas, por motivos óbvios, não vamos explicar como nem onde.

 

Quais os carros mais vulneráveis a esta nova tecnologia de assalto

ADAC, o maior clube de automobilismo alemão, fez alguns testes e indicou que os seguintes carros, entre outros, são mais suscetíveis de serem assaltados através deste método: Kia Optima, Renault Megane, Opel Astra, Mini Clubman, Suzuki Vitara, Skoda Superb, Hyundai Santa Fe, Hyundai i40, Ford Edge, Toyota Prius, Volvo S90, Ford Mustang, Volkswagen Passat, Skoda Octavia, Renault Clio, Nissan Qashqai, Mercedes E 220d, Ford Focus RS, Citroen C4 Picasso, BMW 520d, Audi A4.

A lista completa de veículos com mais informação sobre o relatório elaborado pelo ADAC pode ser encontrada aqui.

 

Como se proteger contra esta nova tecnologia de assalto

Até ao momento ainda não existe nenhuma forma conclusiva de se poder proteger contra esta nova tecnologia, como tal, o mais sensato a fazer será apostar num dispositivo que permita o rastreamento do veículo no caso de ser roubado.

 

O vídeo publicado pelas autoridades Britânicas

O roubo em Solihull foi gravado por volta das 21:00 de 24 de setembro e o carro ainda não foi recuperado.

Depois das imagens do assalto terem sido reveladas, Tim Evans, um polícia daquela localidade inglesa, afirmou que as autoridades estão a tomar medidas para combater este tipo de crime, já que esta não é a primeira ocorrência do género. No mês de Agosto, um outro veículo na cidade de Londres, foi roubado em circunstâncias semelhantes.

Todos os detalhes do assalto aqui.

 

Gostou do Artigo ? Precisa de apoio ou aconselhamento Jurídico ?

ANAJ - Subscreva a quota de Associado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *